Archive for category Once upon a Time/ Era uma vez

O assunto do “Mater cocô”

Se você não aguenta aquelas histórias desagradáveis sobre as crianças, por favor não leia esse post. Mas se você ler não diga que eu não avisei.

Era uma vez …

Demos ao nosso primeiro filho um carro SUPER LEGAL do Mater do filme “Carros”, que tinha a pintura original de quando ele não era o Mater enferrujado. Ele estava muito animado com o carrinho e brincava muito com ele. Este foi um carro muito difícil de ser encontrado, quando o vimos o compramos.

Por algum motivo, que eu nem me lembro mais, o nosso jovem Mater acidentalmente caiu na “limpa” privada. Ele ficou 2 segundos lá. Dois segundos! Retirei-o imediatamente da “limpa” privada e lavai-o, esterilizei-o o máximo que pude.  Eu realmente queria comprar outro, mas eu não encontrei mais. De qualquer forma, mantivemos aquela coisinha.

É claro que meu filho viu tudo. A queda, a limpeza, e o carro Mater descontaminado. Só que para um menino de menos de 2 anos, o momento mais impactante que ele só lembrava era do “cocô” ou “o Mater cocô”.

Eu escondi aquele carro por um tempo porque ele se recusava a brincar com o carro novamente. Se você conhece o meu filho e passa algum tempo com ele, você verá como ele é extremamente impecável.

Enfim, eu escondi o carro e toda vez que eu ia colocar o carro para fora para brincar, ele olhava para o carro e dizia: “Mãmãe esse é Mater cocô”. (Não tinha cocô na privada de jeito nenhum, mas era assim que ele chamava)

Depois de um longo tempo escondido em algum lugar, ele apareceu fora das caixas dos brinquedos escondidos. No entanto, desta vez o meu filho tirou ele para fora da caixa.

Ainda assim o chamou de “O Mater cocô” e em sua pequena e brilhante mente viu um pedaço ínfimo de cocô lá dentro (o que naturalmente NÃO TINHA NENHUM cocô lá dentro)

Eu poderia levá-lo para a loja novamente para tentar encontrar outro Mater, para que ele não tenha este episódio traumatizador fora de sua pequena e pura mente. Só não sei se mesmo assim ele ainda vai continuar associando o novo carro ao terrível acidente.

No final das contas o que eu percebi foi que o cocô tem importância.

Advertisements

, ,

Leave a comment

O Dia da Kelsy/ Kelsy’s Day

Tem coisas que só vemos a necessidade depois que nos tornamos pais de filhos energéticos e criativos. Duas delas são:

• Uma casa bem gostosa com um quintal bem grande pra eles correrem
• Um cachorro

Hoje foi o dia da Kelsy!
A Kelsy, que na verdade era o Hulk, o meu cachorro e do meu marido agora tem outro nome …. Kelsy.
Meu filho maior decidiu dar esse nome pro cachorro depois de conhecer a outra Kelsy, o que ele chamou Kelsyio, na sexta-feira passada.

Então hoje de manhã, vi que meu maior estava um pouco cansado de sua rotina e resolvi improviser.
Falei pra ele: Filho, porque vc não cuida do Hulk um pouquinho enquanto a mamãe limpa o quarto.
Ele: Não mamãe, essa é a Kelsy! Ok, vou cuidar dela.

(Aí veio a super criatividade do meu maior)

Kelsy teve uma manhã super agitada.
Primeiro tomou banho na banheira. Depois foi tomar café da manhã … cereal e leite ou mais precisamente letrinhas do alfabeto. Tirou fotos. Brincou na varandinha. Foi puxada pelo vagãozinho improvisado. Trocou de roupa. Assistiu desenhos do Veggietales. Teve o momentinho de silencio. E até cochilou um pouquinho.

Uma pena que só durou um dia, pois no fim do dia ela teve um acidente e quebrou o pé.
Espero poder encontrar outra Kelsy logo, logo, antes de alguém perguntar por ela.

There are some things that we only see the need for them after we became parents of energetic and creative children. Two of them are:

• A nice house with a huge backyard, so they can run
• A Dog

Today was Kelsy’s day!
Kelsy, which truly was my husband and mine little dog named Hulk, now has another name … Kelsy.
My older son decided to give her/him this name after he have met a dog named Kelsy, which he called Kelsyio, last Friday.

This morning, I notice that my son was kind of tired of his little routine and I decided to improvise.
I told him: Son, why don’t you take care of Hulk for a little bit while mommy cleans the bedroom.
He: No mommy, this is Kelsy! Ok, I’ll take care of she.

(Then came the super creativity of my toddler)

Kelsy had a busy morning.
First, she took a bath in the bathtub. Then she had breakfast … cheerios and milk or more precisely alphabet letters. She had her picture taken. She played outside on the deck. She rode her little improvised wagon. She changed clothes. She watched Veggietales. She had quiet time. She even took a nap for a little while.

It was so sad that it only lasted for one day because she had an accident and broke her foot.
I hope I can found another Kelsy very soon before someone ask for her again.

Não disse que um quintal faria toda a diferença?
Didn’t I say that a huge backyard would make all the difference?

Leave a comment

Going to the mall/ Indo ao shopping

The other day my family and I went to the mall, which we rarely do and I love them for that, and while my husband and son were strolling, I went to a department store to buy or change an item. While I was in the customer’s line, this gentleman wearing a cowboy hat in front of me was talking to his female company and staring at me. I was looking at the accessories pretending I was not seeing at all. Then he came close to me and said: “Excuse ma’am, this is none of my business, none of my business, but you have a stain on the back of you shirt.”

“Yes, I know. ” And I really knew that I had a stain on my white t-shirt before I left my house. I laugh out loud inside my head.  Then I thought if it is none of his business why did he bother says anything? Well I think in the end he was trying to be nice.

And that is not why I don’t like to go to the mall.

Um dia desses minha família e eu estávamos no shopping, o que a gente quase nunca faz e eu os amo por isso, e enquanto meu marido e filho estavam passeando com o carrinho de bebê, eu fui numa loja comprar ou trocar um item. Enquando eu estava na fila pra pagar, um senhor usando um chapéu de vaqueiro na minha frente estava conversando com sua companheira e olhando mim. Eu fiquei olhando as bijuterias e fingindo que não estava vendo nada. Depois ele chegou perto de mim e disse: “Conlicensa minha senhora, isso não é da minha conta, não é da minha conta, mas você tem uma mancha na parte de trás da sua camisa.”

“Sim, eu sei.” E eu realmente sabia que tinha uma mancha na minha camisa branca antes de sair de casa. Eu ri alto dentro de mim. Depois eu pensei se não era da conta dele porque ele se perturbou em me falar algo? Bom no fim acho que ele estava tentando ser gentil.

E não é por isso que não gosto de ir ao shopping.

Leave a comment

David’s trick /Travessuras do David

HAPPY 14-MONTHS

I wanted to post something special today because David just turned 14-months-old.

Nothing was coming to my mind until you surprise me with one of your tricks.

There is nothing more special than the tricks you do.

While I was 5 minutes on the internet, you were exploring your room.

What a surprise when I heard your cry for help, and when I arrived in your room you were trap inside your drawer.

How did you open the drawer and get yourself in there in less than 5 minutes?

You make my life so much fun!

I love you forever,

happy 14-months,

mommy.

Eu queria postar algo especial hoje porque o David completou 14 meses.

Nada vinha à minha mente até que você me surpreendeu com uma das suas travessuras.

Não existe nada mais especial do que suas travessuras.

Enquanto eu estava 5 minutos na internet você estava explorando o seu quarto.

Que surpresa quando eu ouvi o seu clamor por ajuda, e quando cheguei ao seu quarto você estava preso dentro de sua gaveta.

Como você abriu a gaveta e se trancou lá em menos de 5 minutos?

Você traz tanta diversão pra minha vida!

Eu te amo para sempre,

feliz 14 meses,

mamãe.

Leave a comment

Barrados no BBB

Essa é uma homenagem ao meu irmãozinho (tio do Davidzinho) que não foi para o BBB.

Ruim pra eles que vão perder um ator sensacional!

Valeu mano!!!

2 Comments

A “LOVEY” TO LOVE/ UM “AMORZINHO”PARA AMAR

davidslovey Meet David’s “lovey”/ Conheçam o “amorzinho” do David

Yesterday you turned 10-months-old. What a joy you have being to our lives. We thank God everyday for your life.

I haven’t had much time to write our memories together because we are spending time making those memories. But I want to register this particularly event so we won’t forget in the future.

Above all the new things that you are doing, there is one which I found really adorable.

When you were a little baby, I was reading a book called “The no cry sleeping solution” by Elizabeth Pantley (http://www.pantley.com/elizabeth/books/0071381392.php) , and I read this idea to introduce a “lovey” to your child so it would help him to get to sleep. The first time I heard about that was when our friends Giovanni and Karla had shown us Sophia’s “lovey”.

We gave it a try and introduce to you a blue blanket with a teddy bear face that the Canno’s have given to you.

We introduce your “lovey” when you were about two and a half months and ready to sleep in your crib. At first your “lovey” was there more like a decoration stuffed animal than as a buddy. Whenever I would nurse you I would bring your “lovey” and he would stay there with us. Also any time that you would take a nap or sleep he was there with you.

As time went by and as you grown you learned to love your blue teddy blanket. Not only that, now you are so attached to him that anywhere you go you want to bring him with you.

Sometimes when you are standing up crying in your crib , and you notice that you teddy is there in the crib all alone.  You bend down and pick your teddy, snuggle with him, stand up again, and you both cry for help.

In the morning you talk with your teddy for a while and snuggle with him. Every time we give him to you your little eyes shine.

I don’t know why you love him so much, but I love the way you love and care for him. When you grown older you are going to name him any name you would like. For now, Daddy and I you continue call him teddy, blue teddy, blankie, and buddy.

This week I had to clean your teddy because he smelled like old milk. It was difficult for you to take your nap without him that afternoon. Even though I explained to you that he was in the washer you didn’t understood. You were looking for him everywhere. As soon as I got him all clean up and dry, I brought him to you. When I saw the look on your face when you saw the blue teddy blanket it was such a joy and you kept showing him to me. And we both celebrate that you get your teddy blue blanket back.

I remember the parable of the woman who lost her coin (Luke 15:8) and swept the house to find it. And when she found it she called her neighbors and friends to rejoice with her because she had found the lost coin. And that is the same joy in the presence of the angels of God when a sinner repents.

Happy 10-months little David!

We love you,

Mommy and Dad.

david-and-lovey First time seeing Teddy/ Primeira vez que viu o ursinho

david-and-lovey3 Taking teddy to the Museum/ Levando o ursinho pro museu

davidandlovey4a

20091112_0275 Playing with Teddy around the house/Brincando com o ursinho pela casa

Ontem você complentou 10 meses. Que alegria você tem sido pras nossas vidas. Nós agradecemos a Deus pela sua vida.

Eu não tenho tido muito tempo pra escrever nossas memórias juntos porque temos passado tempo juntos fazendo essas memórias. Mas eu quero registrar aqui um evento em particular para que não esqueçamos no futuro.

Acima de todas as novas coisas que você tem feito, tem uma que eu acho simplesmente adorável.

Quando você era bem bebezinho, eu estava lendo um livro chamado “The no cry sleeping solution” de Elizabeth Pantley (http://www.pantley.com/elizabeth/books/0071381392.php), e eu li está idéia de introduzir um “amorzinho” pra ajudar a criança a conseguir dormir. A primeira vez que eu ouvi sobre isso foi quando nossos amigos Giovanni e Karla nos mostraram o  “amorzinho da Sophia”.

Nós tentamos e introduzimos pra você um cobertorzinho azul com a carinha de um ursinho que a família Canno deu pra você.

Nós te apresentamos seu “amorzinho” quando você tinha dois meses e meio e estava pronto pra dormir no seu berço. No início seu “amorzinho” era apenas uma decoração no seu berço do que um companheiro. Toda vez que eu te amamentava eu levava o seu “amorzinho” e ele ficava lá conosco. E também toda hora que você ia cochilar ou dormir ele estava lá com você.

Assim como o tempo passou e você foi crescendo, você aprendeu a amar o seu cobertorzinho azul com cabeça de ursinho. Não apenas isto, agora você está tão conectado com ele que todo lugar que vai você quer trazê-lo também.

Algumas vezes quando você está chorando no seu berço em pezinho, e você vê que seu ursinho está no berço sozinho. Você se ajoelha e pega o seu ursinho, fica juntinho dele, levanta de novo, e vocês dois choram pedindo ajuda.

Nas manhãs você conversa com seu ursinho por um tempo e fica juntinho dele. Toda vez que damos ele pra você seus olhinhos brilham.

Eu não sei porque você o ama tanto, mas eu amo o jeito que você ama e cuida dele. Quando você crescer mais um pouquinho você vai dar o nome que quiser pra ele. Por enquanto, o papai e eu vamos continuar chamando-o de ursinho, ursinho azul, cobertorzinho, e companheirinho.

Essa semana eu tive que limpar o seu ursinho porque ele estava cheirando a leite azedo. Foi difícil pra você cochilar sem ele naquela tarde. Mesmo eu te explicando que ele estava na lavadora de roupas você não entendeu. Você estava procurando por ele em todos os lugares. Assim que eu terminei de limpar e secar seu ursinho, eu o trouxe pra você. Quando eu vi o a expressão no seu rosto quando você viu o seu cobertorzinho azul foi uma grande alegria e você ficava mostrando ele pra mim. E nós dois celebramos que você estava com o seu cobertorzinho novamente.

Eu me lembrei da parábola da mulher que perdeu sua moeda (Lucas 15:8)  e varreu a casa para encontrá-la. E quando ela a encontrou chamou seus vizinhos e amigos para se alegrarem com ela porque ela tinha encontrado a moeda perdida. E essa é a mesma alegria que os anjos de Deus sentem quando um pecado se arrepende.

Feliz 10 meses Davizinho.

Nós amamos você,

Mamãe e Papai.

2 Comments

the “things-to-do” mom/ a mamãe de “coisas-pra-fazer”

"things-to-do"

Long time ago I baby sat an infant who’s mother was extreme strict with her baby schedules. Back then I wasn’t a mother and didn’t approve when I saw a two pages list of “things-to-do” with her baby. I thought that the mother of that baby had extremes issues to left me that note.

Anyway, I am doing the same thing!

Every time I had to leave David with his dad I write a note of “things-to-do” with our little guy. The funny thing is that today both of us laugh when we remember the lady from the two page notes and totally understand her.

Tomorrow I am heading to my math class and here is my note:

  • 7 AM – 8 AM – Wake for the day
  • Feed – 120 ml breast milk/ change diaper/ wash hair (up to you)/ change clothes
  • Let him play (Exersaucer – 15 minutes/ floor – either TV room or our room/ or you guys can go for a stroller)
  • 10 AM – feed – 120 ml/ change diaper/ sleep – nap until 10:45AM to 11:00AM)
  • Make lunch (Please! J)
  • When he wakes up he can play (anywhere)
  • 12:00 – 12:30 PM – His lunch (sweet potatoes – baby food + 80 ml juice or milk)
  • Juice – use gala apple w/ baby H2O
  • My class ends @ 11:45 AM so I’ll probably be home @ 12:20PM.
  • I LOVE U GUYS!
  • Thanks for helping me going to school.

I didn’t write a 2 pages note but I can guarantee you it was a 2 post it note pages front and back.

In the end I became “the things-to-do mom”

Love,

Cristina.

Há um tempo atrás eu cuidei de um recém nascido cuja mãe era extremamente rigorosa com a agenda do bebê dela. Naquele tempo eu não era mãe e não aprovei quando eu vi uma lista com duas páginas de “coisas-pra-fazer”com o bebê dela. Eu pensei que a mãe daquele bebê tinha problemas extremos pra me deixar uma nota daqueles.

Enfim eu estou fazendo a mesma coisa!

Toda vez que eu deixo o David com o pai dele eu escrevo uma nota de “coisas-pra-fazer”com o nosso garotinho. O mais engraçado é que hoje nós dois rimos quando nos lembramos da senhora de notas de duas páginas e a entendemos totalmente.

Amanhã eu estou indo pra minha aula de matemática e aqui está a minha nota:

  • 7  – 8 HS – Acorda pro dia
  • Alimentar – 120ml de leite materno / trocar fraldas/ lavar o cabelo (se quiser)/ trocar roupa
  • Deixe ele brincar (“Disco Voador” – 15 minutos/ chão – tanto no quarto da TV quanto no nosso quarto/ ou vocês podem passear de carrinho)
  • 10 hs – alimentar – 120 ml/ trocar fralda/ dormir – cochilo até 10:45hs ou 11:00hs)
  • Fazer almoço (Por favor! J)
  • Quando ele acordar el epode brincar (em qualquer lugar)
  • 12:00 – 12:30 hs – Almoço dele (batata doce – comida de bebê + 80 ml suco ou leite)
  • Suco – usar a maça “gala” c/  H2O de bebê
  • Minha aula termina  @ 11:45hs então eu provavelmente estarei em casa @ 12:20hs.
  • EU AMO VOCÊS!
  • Muito obrigada por me ajudarem a ir pra escola.

Eu não escrevi 2 páginas de nota mas eu posso te garantir que foi 2 “post it note” frente e verso.

No final eu me tornei a “coisas-pra-fazer mãe”

Com amor,

Cristina.

Leave a comment